Congressos

O Grupo de Pesquisa Teoria Crítica e Educação organizou sete Congressos Científicos, três Nacionais e quatro Internacionais.

“Tecnologia, Violência, Memória" | UFSCar 2016

X CONGRESSO INTERNACIONAL DE TEORIA CRÍTICA: TECNOLOGIA, VIOLÊNCIA, MEMÓRIA

de 10 a 14 de outubro, na UFSCar

 

O Grupo de Estudos Teoria Crítica e Educação, sob a liderança de Antônio Álvaro Soares Zuin, está organizando o X Congresso Internacional de Teoria Crítica: “Tecnologia, Violência, Memória”, que acontecerá na UFSCar, de 10/10/16 a 14/10/16.
O Congresso será constituído por 05 grandes conferências, 06 mesas-redondas e um número significativo de Comunicações Científicas (doutores, doutorandos e mestres) e de Pôsteres (mestrandos e graduados).
Os interessados em se inscreverem para apresentar Comunicação Científica ou Pôster, devem se orientar pelos seguintes eixos temáticos: Teoria Crítica e Educação; Comunicação e Indústria Cultural; Estética e Experiência Formativa; Teoria Crítica, Ética e Formação; Linguagens visuais e Formação; Teoria Crítica, Cultura Digital e Formação; Teoria Crítica e Psicanálise; Teoria Crítica e Formação dos Corpos; Teoria Crítica e Literatura; Teoria Crítica e Ciências Sociais.
O resumo da Comunicação Científica e do Pôster (entre 4.000 e 6.000 caracteres com espaço) deverá estar rigorosamente dentro dos eixos temáticos do Congresso.
O Preço das inscrições: R$ 100,00 para ouvintes c/ certificado; R$ 150,00 para estudantes apresentando trabalho; R$ 300,00 para professores universitários e profissionais.
Entre os conferencistas, já temos a confirmação de Wolfgang Leo Maar (UFSCar), Michael Löwy (Centre National de la Recherche Scientifique – França), José Antônio Zamora (Centro de Ciencias Humanas y Sociales de Madri), Miguel Vedda (Universidad de Buenos Aires/Conicet) e Bruno Pucci (UNIMEP).
Entre os participantes das Mesas Redondas, já temos a confirmação de: 1) Miguel Vedda (Universidad de Buenos Aires/Conicet), Renato Franco (UNESP/Araraquara), tema: Cinema, Literatura e Violência; 2) Alexandre Vaz (UFSC) e José Antônio Zamora (Centro de Ciencias Humanas y Sociales de Madri), tema: Teoria Crítica, Educação e Memória; 3) Belarmino Cesar Guimarães da Costa (UNIMEP) e Ari Fernando Maia (UNESP-Araraquara), tema: Teoria Crítica, Cultura Digital e Violência; 4) Mateu Cabot (Universitat de les Illes Ballears – Espanha) e Pablo Buron (Universitat de les Illes Ballears – Espanha), tema: Adorno musicólogo, leitor de Freud; 5) Hector Luis Saint Pierre (UNESP-Franca) e Luis Fernando Ayerbe – Universidade Estadual Paulista (Unesp-Araraquara), tema: Guerra, Tecnologia e Terrorrismo; 6) Oswaldo Giacoia Jr. (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas) e Marcos Nobre (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas), tema: Filosofia, Tecnologia e Violência.
Mais alguns dias e o Folder completo do X Congresso Internacional de Teoria Crítica será enviado a todos com as datas finais para o encaminhamento dos trabalhos.

Atenciosamente, Antônio A. S. Zuin.

FOLDER
Relatório Científico
ANAIS DO EVENTO

“Gênese, apropriamentos, apropriações" | UNIMEP Taquaral 2014

IX CONGRESSO INTERNACIONAL DE TEORIA CRÍTICA: GÊNESE, DESDOBRAMENTOS, APROPRIAÇÕES, de 1 a 5 de setembro, na UNIMEP – Campus Taquaral

Conferências

1). Dr. Paulo Arantes (USP). Atualidade da Teoria Crítica na era global vista a partir da experiência cultural brasileira (Abertura).
2). Andreas Gruschka (Univ. J. W. Goethe – Frankfurt). Adeus Pedagogia? O fim das fronteiras da relação pedagógica e a perda da função da pedagogia.
3). Miguel Vedda (Universidad de Buenos Aires/Conicet).  Revuelta y melancolía. Politización del tedio en Walter Benjamin y Siegfried Kracauer.
4). Christoph Türcke (Univ. De Leipzig, Alemanha). A Cultura do déficit de atenção.

Mesas-Redondas

1). “Estética e experiência formativa”: Verlaine Freitas (UFMG) e Vladimir Safatle (USP)
2). “Teoria Crítica e Psicanálise”: Luiz A. Calmon Nabuco Lastória (UNESP/Araraquara) e Antônio A. Soares Zuin (UFSCar/São Carlos)
3). “Tecnologia, cultura digital e formação”: Daniel Mill (UFSCar) e Bruno Pucci (UNIMEP)
4). “Teoria Crítica, Literatura e Experiência Formativa”: Ricardo Timm de Souza (PUC-RS) e Douglas Garcia Alves Júnior (UFOP-MG)
5). “Teoria Crítica e Pesquisa Social Empírica”: Rita Amélia Teixeira Vilela (PUC-MG) e Eduardo Soares Neves Silva (UFMG)
6). “Teoria Crítica e resistência às ditaduras brasileira e argentina”: Renato Bueno Franco (UNESP/Araraquara) e  Miguel Vedda (UBA – Argentina).

Trabalhos Apresentados (comunicações e pôsteres): 138

Teoria Crítica e Educação: 46
Estética e Experiência Formativa: 20
Teoria crítica e psicanálise: 14
Teoria crítica e Literatura:11
Comunicação e Indústria Cultural: 10
Teoria crítica, Cultura Digital e Formação:10
Teoria Crítica e Política: 07
Teoria crítica, Ética e Formação: 07
Teoria Crítica e Ciências Sociais:05
Linguagens visuais e Formação: 04
Teoria Crítica e Formação dos corpos:04

Lançamento de Livros

. Andreas Gruschka, ”Frieza Burguesa e Educação: a frieza como mal-estar moral da cultura burguesa na educação”. Campinas: Autores Associados, 2014;
. Renato B. Franco e Paula Ramos de Oliveira (Orgs.). Políticas e Poéticas do Inconformismo. Rio de Janeiro: Azougue Editorial, 2014.

Apoio Financeiro: O Congresso Internacional contou com o apoio financeiro da FAPESP, da CAPES, do CNPq, da UNIS e de recursos oriundos da inscrição dos participantes. A UNIMEP cedeu o espaço, a infraestrutura e as condições básicas para a realização do evento (som, imagem, gravação, fotos).

* * * * *

Obs. cerca de 300 pessoas participaram do IX Congresso Internacional de Teoria Crítica

. Dos pesquisadores que apresentaram Comunicações (101) e Pôsteres (37), 69 deles estão vinculados a Universidades Federais, 42 a Universidades Estaduais, 22 a Universidades Comunitárias e apenas 04 a Universidades Privadas. Esses mesmos pesquisadores provieram de 14 Estados Brasileiros:  63 do Estado de São Paulo, 25 de Minas Gerais, 13 do Paraná, 9 do Rio de Janeiro, 7 de Santa Catarina, 4 de Goiás, 03 do Mato Grosso do Sul, 3 do Espírito Santo, 2 da Paraíba, 2 do Rio Grande do Sul, 1 do Pará, 1 do Ceará, 1 do Distrito Federal e 1 do Estado do Acre. Contamos ainda com 01 trabalho provindo da Universidade de Leipzig, Alemanha.
. Inscreveram-se no Congresso, como ouvintes, 52 pessoas, a maioria do Estado de São Paulo (29), 9 de Minas Gerais, 8 do Paraná, 3 de Goiás, 1 de Santa Catarina, 1 do Rio de Janeiro e 1 do Distrito Federal.
. Os pesquisadores que apresentaram Comunicações e Pôsteres se constituíram, em sua quase totalidade, de professores universitários e/ou de pós-graduandos em diversas áreas do saber (particularmente filósofos, educadores, psicólogos, literatos, artistas, músicos, comunicólogos, sociólogos) de diversas universidades brasileiras. Assim, das 101 Comunicações, 51 foram apresentadas por pesquisadores/doutores, 35 por doutorandos, 15 por mestres. Dos 37 Pôsteres, 28 foram apresentadas por mestrandos, 9 por graduados. Contamos também, como participantes do Congresso/sem apresentação de trabalhos, com alunos de graduação que desenvolvem pesquisas de Iniciação científica junto a pesquisadores do CNPq, da CAPES e da FAPESP.

Folder
Anais do Congresso
Relatório Científico

“Desafios da Era Digital" | UNESP/Araraquara 2012

 VIII CONGRESSO INTERNACIONAL DE TEORIA CRÍTICA: DESAFIOS NA ERA DIGITAL,  NA UNESP-ARARAQUARA, DE 10 A 14 DE SETEMBRO DE 2012.

Conferências
1. Prof. Dr. Mateu Cabot (Univ. Ilhas Baleares – Espanha). Cultura Digital de masas y nueva educación. (Abertura)
2. Prof. Dr. Osvaldo Giacóia Junior (UNICAMP). Desafios da técnica para a Teoria Crítica.
3. Prof. Dr Willy Bolle (USP). Da semente do Tucumã ao pendrive: uma análise do Ciclo Romanesco de Dalcídio Jurandir.
4. Prof. Dr. Andreas Gruschka (Univ. J. W. Goethe – Frankfurt). Criadores de Imagens: do reconhecimento visual à comunicação visual através da pintura renascentista e pós-renascentista.
5. Prof. Dr. Wolfgang Fritz Bock (Bauhaus-Universitat Weimar/UNIRIO). Novas Midias e Ideologia: sobre a crítica do Esclarecimento Digitalizado

Mesas-Redonda
1ª: A formação na era da cultura digital. Expositores: Margarita Rosa Sgró (UNICEN/Argentina), Sieglinde Jornitz (Univ. J. W. Goethe –Frankfurt) e Claudio Dalbosco (Univ. Passo Fundo, RS).
2 : Teoria Crítica, Literatura e Cinema Expositores: Miguel Veda (UBA, Argentina), Carlos Eduardo Jordão Machado (UNESP-Assis) e Renato Franco (UNESP-Araraquara).
3ª: A Indústria Cultural na era digital. Expositores: Vânia Zuin (UFSCar), Ari F. Maia (UNESP-Bauru) e Belarmino César G. da Costa (UNIMEP).
4ª : Teoria Crítica e Cinema
Expositores: Marion Pollmanns (Univ. J. W. Goethe – Frankfurt), Robson Loureiro (UFES) e José Pedro Antunes (UNESP-Araraquara). Coordenadora: Luzia Barbosa de O. Silva (UNIMEP)
5ª: Teoria Crítica e Psicanálise. Expositores: Luiz A. Nabuco Lastória (UNESP-Araraquara), Jeanne-Marie Gagnebin (UNICAMP/PUC–SP). e Josaida de Oliveira Gondar (UNIRIO).
6ª: Dialética Negativa, Tecnologia e Formação. Expositores: Eduardo Soares Neves Silva (UFMG) e Bruno Pucci (UNIMEP)

Trabalhos Apresentados: 130 trabalhos apresentados (comunicações e pôsteres),
Teoria Crítica e Educação: 49;
Teoria Crítica e Psicanálise: 16;
Teoria Crítica, Ética e Formação: 13;
Teoria crítica, Literatura e Arte: 12;
Comunicação e Indústria Cultural:12;
Teoria Crítica, Novas Tecnologias e Linguagem: 09;
Estética e Educação dos sentidos: 07;
Imagens, linguagens Visuais e Formação: 06;
Corporeidade e Formação: 06.

Lançamentos de livros escritos ou editados por membros de nosso grupo de pesquisa:
1). Pucci, Costa & Durão (Orgs.). Teoria Crítica e Crises: reflexões sobre Cultura, Estética e Educação.Campinas: Autores Associados, 2012;
2). Zuin, Lastória& Gomes (Orgs.). Teoria Crítica e Formação Cultural – Aspectos Filosóficos e Sociopolíticos. Campinas: Autores Associados, 2012.
3).Durão& Giordano Paz (Orgs.). A Indústria Radical: Leituras de cinema como arte-inquietação. 1ed. São Paulo: Nankin Editorial, 2012.
4).ZUIN, Antônio A. S. Violência e tabu entre professores e alunos: a internet e a reconfiguração do elo pedagógico. São Paulo: Cortez Editora, 2012.

Apoio Fianceiro: O Congresso Internacional contou com o apoio financeiro da FAPESP, da CAPES, do DAAD e de recursos oriundos da inscrição dos participantes. A UNESP/Araraquara cedeu o espaço, a infraestrutura e as condições básicas para a realização do evento (som, imagem, gravação, fotos).

* * * * *

Obs.:
Inscreveram-se no Congresso cerca de 250 participantes.

Os trabalhos de pesquisa selecionados, apresentados em forma de comunicações (81) e de pôsteres (49), provieram de 36 Instituições de Ensino superior: 26 universidades públicas (federais / estaduais), 05 universidades confessionais, 03 universidades particulares. Contamos ainda com 02 trabalhos provindos do exterior, um dos Estados Unidos e outro do Japão.

Os pesquisadores que apresentaram Comunicações e Pôsteres provieram dos seguintes Estados: 55 do Estado de São Paulo, 25 de Minas Gerais, 12 do Paraná, 08 do Espírito Santo,06 do Rio de Janeiro, 06 de Goiás, 03 do Pará, 03 do Mato Grosso do Sul, 03 de Santa Catarina,03 da Paraíba,02 do Rio Grande do Sul, 02 de Pernambuco e 02 de Sergipe.

Os pesquisadores que apresentaram Comunicações e Pôsteres se constituíram, em sua quase totalidade, de professores universitários e/ou de pós-graduandos em diversas áreas do saber (particularmente filósofos, educadores, psicólogos, literatos, artistas, músicos, comunicólogos, sociólogos) de diversas universidades brasileiras. Assim, das 81 Comunicações, 44 foram apresentadas por pesquisadores/doutores, 32 por doutorandos, 14 por mestres e 01 por mestrando (alguns trabalhos foram apresentados por mais de um pesquisador). Dos 49 Pôsteres, 39 foram apresentadas por mestrandos, 04 por mestres, 06 por graduados.Contamos também, como participantes do Congresso/sem apresentação de trabalhos, com alunos de graduação que desenvolvem pesquisas de Iniciação científica junto a pesquisadores do CNPq, da CAPES e da FAPESP.

Anais do Congresso
Relatório Científico
Folder

“Natureza, Sociedade: Crises" | UNICAMP 2010

VII. CONGRESSO INTERNACIONAL DE TEORIA CRÍTICA: NATUREZA, SOCIEDADE: CRISES, REALIZADO NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS – UNICAMP, DE 09 A 13 DE SETEMBRO DE 2010.

Conferências:
1. Olgária Matos (UNIFESP), Teoria Crítica: Natureza, sociedade – crises: Abertura;
2. Alex Demirovi (Technische Universität Berlim), O que significa: falar da atualidade da Teoria Crítica?
3. Mateu Cabot (Universitat de les Illes Balears, España (UIB), La cultura, los medios de comunicación y la representación política de las masas.
4. Christoph Türcke (Universität de Leipzig), Fundamentalismo e vício.
5. Gerhard Richter (Universidade da Califórnia), Pode algo ser salvo ao ser defendido? Benjamin com Adorno.

Mesas-Redondas:
1. Teoria Crítica e Literatura. Expositores: Dr. Neil Larsen (University of California, USA) e Dra. Silvia Lopez (Carleton College, USA).
2. Teoria Crítica e Educação. Expositores: Dr. Torsten Pflugmacher (Universidade de Frankfurt/Universidade de Mainz/Alemanha) e Dra. Rita Amélia Teixeira (PUC-Minas).
3. Teoria Crítica e Ciências Sociais. Expositores: Dr. Wolfgang Leo Maar (UFSCar) e Dr. Osvaldo Giacoia Junior (UNICAMP).
4. Teoria Crítica e Comunicação. Expositores: Dra. Alícia Entel e Dra. Anita Simmis (UNESP-Araraquara).
5. Teoria Crítica, Literatura e Memória. Expositores: Drª. Jeanne Marie Gagnebin (PUC/SP-UNICAMP), Rachel Price (Princeton) e Márcio Seligmann-Silva (UNICAMP).

Comunicações: 129
. Teoria Crítica e Educação: 43
. Literatura: 25
. Filosofia: 24
. Teoria Crítica e Psicanálise: 16
. Indústria cultural: 13
. Cinema: 08

Pôsteres: 80
. Educação: 30
. Filosofia: 20
. Indústria cultural: 15
. Literatura: 10
. Psicanálise: 05

OBS.
Os trabalhos de pesquisa selecionados, apresentados em forma de comunicações e de pôsteres, provieram de 58 Instituições de Ensino superior: 25 universidades federais, 19 universidades estaduais, 04 universidades confessionais e 10 universidades particulares, ou seja, provieram de 44 universidades públicas e de 14 universidades particulares. Contamos ainda com 02 trabalhos provindos dos Estados Unidos
Os pesquisadores que apresentaram Comunicações e Pôsteres provieram dos seguintes Estados: 96 do Estado de São Paulo, 32 de Minas Gerais, 25 do Paraná, 08 de Santa Catarina, 11 do Rio de Janeiro, 10 de Goiás, 04 do Pará, 05 do Rio Grande do Sul, 06 do Mato Grosso do Sul, 03 da Paraíba, 03 do Rio Grande do Norte, 02 do Mato Grosso, 02 do Ceará e 01 do Espírito Santo. Inscreveram-se no Congresso cerca de 300 participantes.

Inscritos: 300 participantes

Agências Financiadoras: FAPESP: R$ 16.000,00 + CNPq: 12.000,00 + CAPES: R$ 20.000,00

Livros: 02 Coletâneas, em organização, que serão publicadas pela Editora Autores Associados, em 2012:

1). PUCCI, B; DURÃO F; COSTA, B.C.G.Teoria Crítica e Crises: estética, educação, razão instrumental e tecnologias.

2). ZUIN, A; LASTORIA, L; GOMES, L.R. Teoria Crítica e Experiência Formativa: aspectos filosóficos e sociopolíticos.

Anais do Congresso
Relatório Científico
Folder

“Teoria Crítica e Inconformismo: Tradições e Perspectivas" | UFSCar 2008

VI. CONGRESSO INTERNACIONAL “TEORIA CRÍTICA E INCONFORMISMO: TRADIÇÕES E PERSPECTIVAS” REALIZADO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS – UFSCAR, NA CIDADE DE SÃO CARLOS, SP, DE 08 A 12 DE SETEMBRO DE 2008.

Conferências:
1. Dr. Wolfgang Leo Maar (UFSCar), Teoria Crítica e Inconformismo;
2. Dr. Jose Antonio Zamora (CSIC/ Madrid, Espanha), Theodor W. Adorno: educar contra a barbárie.
3. Dr. Neil Larsen (Universidade da Califórnia), Para uma Teoria Crítica da
teoria.
4. Dra. Jeanne Marie Gagnebin (UNICAMP/PUC-SP), Não Conformismo, Não Conformidade: da deformação em Kafka.

Mesas-redondas:
1. “Teoria Crítica, Inconformismo e Educação”. Expositores: Dr. Jose Antonio Zamora (CSIC/ Madrid, Espanha), Dr. Bruno Pucci (UNIMEP) e Dr. Pedro Goergen (UNISO/UNICAMP).
2. “Teoria Crítica e Psicanálise”. Expositores: Dr. Antônio Zuin (UFSCar), Dr. Luiz A. Calmon Nabuco Lastória (UNIMEP).
3. “Teoria Crítica e Literatura”. Expositores: Dr. Fabio Durão (UNICAMP); Dra. Silvia Lopez (Carleton College, USA); Sandra Guardini Teixeira Vasconcelos (USP – SP).
4. “Teoria Crítica e Política”. Expositores: Dr. Renato Franco (UNESP-Araraquara) e Dra. Olgária Matos (USP).

Comunicações: 83
1. Teoria crítica e educação: 26
2. Teoria crítica, literatura e arte: 19
3. Teoria crítica, política e sociedade: 14
4. Indústria cultural, subjetividade e formação: 11
5. Teoria crítica e psicanálise: 8
6. Corporeidade e formação: 5
7. Teoria crítica, tecnologia e cultura : 4
8. Teoria crítica, ética e formação: 4

Pôsteres: 37
1. Teoria crítica e educação: 9
2. Indústria cultural, subjetividade e formação: 7
3. Teoria crítica e psicanálise: 6
4. Teoria crítica, literatura e arte: 4
5. Comunicação, indústria cultural e educação: 4
6. Estética e educação dos sentidos: 4
7. Teoria crítica, política e sociedade: 3

OBS.
Os trabalhos de pesquisa selecionados, apresentados em forma de comunicações (83) e de pôsteres (37), provieram de 38 Instituições de Ensino superior: 13 universidades federais, 12 universidades estaduais, 08 universidades confessionais e 04 universidades particulares, ou seja, provieram de 25 universidades públicas e de 12 universidades particulares. Contamos ainda com 03 trabalhos provindos de universidades fora de nosso país: 02 dos Estados Unidos e 01 da Espanha. Os pesquisadores que apresentaram Comunicações e Pôsteres provieram de 12 estados brasileiros.

• Inscritos: 200; cerca de 240 participantes.

• Agências Financiadoras: FAPESP: R$ 20.000,00 + CNPq: 8.000,00 + CAPES: R$ 10.000,00 + R$ 38.000,00.

• Livros:
1. Pucci, Bruno; Zuin Antônio; Lastória, Luiz C. (Orgs.). Teoria Crítica e Inconformismo: novas perspectivas de pesquisa. Campinas: Autores Associados, 2010, com apoio da CAPES e do CNPq.

2. FRANCO, Renato B.; RAMOS de OLIVEIRA, Paula (Orgs.). Políticas e Poéticas do Inconformismo. Rio de Janeiro: Beco do Azougue Editorial, com apoio da CAPES e do CNPq (no prelo)..

• Parte Cultural: coral Multicanto, de São Carlos, sob regência da professora Luba Dodonova.

Anais
Folder
Relatório Científico

“Indústria Cultural Hoje" | UNIMEP 2006

V. CONGRESSO INTERNACIONAL “INDÚSTRIA CULTURAL HOJE”, REALIZADO NA UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA, UNIMEP, CAMPUS CENTRO, PIRACICABA, SP, DE 28 DE AGOSTO A 01 DE SETEMBRO DE 2006.

Conferências:
1. Dr. Rodrigo Duarte (UFMG), Indústria Cultural Hoje.
2. Dr. Andreas Gruschka (Univ. Johann W. Goethe/ Frankfurt am Main), Indústria Cultural e Metodologia Empírica em Educação.
3. Dr,. Christoph Türcke (Univ. de Leipzig), Teoria Crítica da Escrita e as Novas Tecnologias.
4. Dr. Andreas Gruschka (Univ. Johann W. Goethe/ Frankfurt am Main), A Indústria Cultural na escola.

Mesas Redondas:
1. Mesa Redonda: “Indústria Cultural e Subjetividade”. Expositores: Dr. Antônio Álvaro Soares Zuin (UFSCar) e Dr. Conrado Ramos (UNIP).
2. “Indústria Cultural e Educação”. Expositores: Dr. Osvaldo Giacóia (UNICAMP) e Dr. Alexandre Fernandez Vaz (UFSC) e Dr. Cláudio Dalbosco (UPF-Passo Fundo).
3. “Indústria Cultural, Literatura e Arte”. Expositores: Dr. Fabio Durão (UFRJ), Dr. Newton Ramos-de-Oliveira (UNESP-Araraquara) e Dr. Jorge de Almeida (USP).

Comunicações: 80
1. Teoria Crítica, Indústria Cultural e Educação: 28.
2. Indústria cultural, subjetividade e educação: 14.
3. Estética e Educação dos Sentidos: 12.
4. Indústria Cultural, ética e formação: 08
5. Tecnologia e Formação: 06
6. Teoria Crítica e Psicanálise: 04.
7. Estética, Urbanismo e Educação: 04
8. Corpo, novas tecnologias e formação: 04

Pôsteres: 33
1. Teoria Crítica, Indústria Cultural e Educação: 18
2. Estética, Indústria Cultural e Formação: 10
3. Estética, Indústria Cultural e Formação: 05

OBS.
Os expositores de Comunicações e Pôsteres provieram provindos de 43 universidades diferentes (15 federais, 12 estaduais, 08 confessionais e 08 particulares), de 14 estados brasileiros. Contamos ainda com 07 trabalhos provindos de universidades fora de nosso país: 02 da Universität Johann Wolfgang Goethe, Alemanha; 01 da Universität Leipzig, Alemanha; 01 do Instituto Politécnico de Leiria, Portugal; 03 da Wayne State University, Califórnia, USA (setembro de 2006).

• Inscritos: 230 participantes.

• Agências Financiadoras: FAPESP: R$ 14.420,00 + PAEP/CAPES: R$ 14.060,00 + DAAD (viagem Gruscka) + CAPES/DAAD (40 diárias Gruschka).

• Livro publicado: Durão, A. Fábio, Zuin, Antônio e Vaz Alexandre F. (Orgs.). A Indústria Cultural hoje. São Paulo: Boitempo Editorial, 2008.

• Parte Cultural: Apresentação de Músicas compostas por Theodor Adorno. Ao Piano: Cecília Belato (Escola de Música de Piracicaba).

Anais
Folder
Relatório Científico

"Teoria Crítica e Educação" | UNIMEP 2004

IV. COLÓQUIO INTERNACIONAL “TEORIA CRÍTICA E EDUCAÇÃO”, REALIZADO NA UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA, UNIMEP, CAMPUS TAQUARAL, PIRACICABA, SP, DE 13 A 17 DE SETEMBRO DE 2004.

Conferências:
1. Dr. Osvaldo Giacóia Junior (UNICAMP), A Educação em Nietzsche e Adorno: confrontos e aproximações.
2. Dr. Andreas Gruschka (Universität JW. Goethe – Frankfurt) A Pedagogia Negativa como crítica da Pedagogia.
3. Ilan Gur-Ze’ev (Univ. de Haifa, Israel), A formação (Bildung) e a Teoria Crítica diante da educação pós-moderna.
4. Roberto Schwarz (USP/UNICAMP), Dialética da Formação.

Mesa-Redonda:
1. Educação Escolar, Indústria Cultural e semiformação. Expositores: Alexandre Fernandez Vaz (UFSC), Newton Ramos-de-Oliveira (UNESP-Araraquara) e Bruno Pucci (UNIMEP).
2. O corpo na Indústria Cultural hoje. Expositores: Vlademir Pinheiro Safatle (USP), Antônio Álvaro Soares Zuin (UFSCar), Mônica do Amaral (USP), Luiz Antônio Calmon Nabuco Lastória (UNIMEP).
3. Teoria Crítica, Literatura e Formação. Expositores: Marcus Vinicius Mazzari (DTLLC/USP), Jeanne-Marie Gagnebin (UNICAMP/ PUC-SP), Jorge Mattos Brito de Almeida (DTLLC/USP).
4. Tecnologia, Cultura e Formação na época da globalização. Expositores: Belarmino César Guimarães da Costa (UNIMEP), Isabel Loureiro (UNESP-Marília) e Renato Bueno Franco (UNESP-Araraquara).

Comunicações: 80
1. Teoria Crítica e Educação: 16
2. Teoria Crítica e Tecnologia: 08
3. Comunicação, Indústria Cultural e Semiformação: 08
4. Filosofia e Teoria Crítica: 08
5. Tecnologia e Formação: 08
6. Corpo, Cultura e Formação: 08
7. Teoria Crítica e Psicanálise: 04
8. Teoria Crítica, Sociedade e Globalização: 04
9. Teoria Crítica, Arte e Sociedade: 04
10. Teoria Crítica e Estética: 04
11. Tecnologia, Arte e Sociedade: 04
12. Estética e Educação dos Sentidos: 04

Pôsteres: 20
1. Teoria Crítica e Educação: 08
2. Indústria Cultural e Semiformação: 06
3. Estética, Tecnologia e Formação: 06

OBS.
 Os expositores de Comunicações e Pôsteres provieram de 19 universidades diferentes, de 12 estados brasileiros.

• Inscritos: 210; cerca de 250 participantes.

• Agência Financiadora: FAPESP: R$ 12.000.00.

• Livro: PUCCi, Bruno; LASTÓRIA, Luiz C.; ALMEIDA, Jorge (Orgs.). Experiência formativa e emancipação. São Paulo: Nankin, 2009.

Folder
Relatório Científico

“Tecnologia, Cultura e Formação ... ainda Auschwitz” | UNIMEP 2002

I. COLOQUIO NACIONAL “O ÉTICO, O ESTÉTICO, O ADORNO”, RELIZADO NA UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA, CAMPUS TAQUARAL, PIRACICABA, DE 02/06 À 05/06/1998

Conferências:

1. Dr. Newton Ramos de Oliveira (UNESP/UFSCar), Pólos de Resistênciao: o Ético e o Estético nas ‘Notas de Literatura’, de Adorno.
2. Dr. Rodrigo Antônio de Paiva Duarte (FAFICH-UFMG), O Estético na era da globalização à luz do pensamento de Adorno.
3. Dr. Ramon Peña Castro (UFSCar), O fenômeno da globalização e as dimensões do Ético e do Estético.
4. Dra.Jeanne Marie Ganebin (UNICAMP/PUC-SP), A tensão entre o ético e o estético na era da globalização à luz do pensamento de Adorno.
5. Dr. Osvaldo Giacóia Junior (UNICAMP), A ética na era da globalização à luz do pensamento de Adorno.

Comunicações: 31
Obs.
• Nas Comunicações, sob o título de “Trabalhos Apresentados”, não foram, na ocasião, especificados os eixos temáticos, como nos eventos seguintes.
• Inscritos: 120 pesquisadores. Participantes: 150.
• Pesquisadores provindos de 16 universidades e de 07 estados brasileiros.
• Agência Financiadora: FAPESP: R$ 6.000,00.
• Livros:
1. Pucci, Bruno; Costa, Belarmino C. G. da; Lastória, Luiz A. C. N. (Orgs.). Teoria Crítica, ética e educação. Campinas/Piracicaba: Autores Associados/Editora da UNIMEP/FPAPESP, 2001.
2. Pucci, Bruno; Ramos-de-Oliveira, Newton; Zuin, Antônio A. S. (Orgs.). Teoria Crítica, Estética e Educação. Campinas/Piracicaba: Autores Associados/Editora da UNIMEP/FPAPESP, 2001.

Folder
Relatório Científico

"Dialética Negativa, Estética e Educação" | UNIMEP 2000

I. COLÓQUIO NACIONAL “DIALÉTICA NEGATIVA, ESTÉTICA E EDUCAÇÃO”, REALIZADO NA UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA, CAMPUS TAQUARAL, PIRACICABA, DE 27/03 A 31/03/2000.

Conferências:
1. Dr.Rodrigo Duarte (UFMG), Reflexões sobre Dialética negativa, estética e educação.
2. Dr. Christian Hamm (UFSM), Estética Negativa: possibilidades de intervenção.
3. Dr. Renato Bueno Franco (UNESP/Araraquara), O conceito de autonomia estética na obra de Adorno.
4. Dra. Jeanne Marie Gagnebin (UNICAMP/PUC-SP), Divergências e convergências metodológicas sobre o método dialético entre Adorno e Benjamin.
5. Dr. Osvaldo Giacóia Junior (UNICAMP), Crítica da tradição metafísica e reflexões sobre educação em Adorno.

Painéis:
1. “Leituras de Habermas: do caminho, do mundo da vida e do agir comunicativo”. Expositores: Dr. Pedro Görgen (UNICAMP); Dr. Eldon Henrique Mühl (Univ. Passo Fundo, RS); Dr. Amós Nascimento (UNIMEP).
2. “Teoria Crítica e Educação”. Expositores: Dr. Antônio Álvaro Soares Zuin (UFSCar); Dr. Bruno Pucci (UNIMEP); Dr. Leon Crochick (USP.
3. “Subjetividade, cultura e dominação”. Expositores: Ernani Chaves (UFPA – Belém); Imaculada Kangussu (UFMG-Univ. de Ouro Preto); Carla Damião (UNICAMP).
4. “O surrealismo e os frankfurtianos”. Expositores: Newton Ramos de Oliveira (UNESP/Araraquara); Renato Bueno Franco (UNESP/Araraquara); Raul Fiker (UNESP/Araraquara).

Comunicações: 55
1. Teoria Crítica e Educação: 16
2. Estética e Teoria Crítica: 08.
3. Filosofia e Dialética Negativa: 12.
4. Indústria Cultural e Hablbildung: 07.
5. Estética, Música e Literatura: 08.
6. Teoria Crítica e Psicanálise: 04

OBS.
Inscritos: 150; Participantes: 200.

Agência Financiadora: FAPESP: R$ 8.000,00.

Livro: Pucci, Bruno; Franco, Renato; Goergen, Pedro (Orgs.). Dialética Negativa, Estética e Educação.Campinas: Alínea, 2007.

Folder
Resumo do trabalhos

“O Ético, o Estético, Adorno" | UNIMEP 1998

I. COLOQUIO NACIONAL “O ÉTICO, O ESTÉTICO, O ADORNO”, RELIZADO NA UNIVERSIDADE METODISTA DE PIRACICABA, CAMPUS TAQUARAL, PIRACICABA, DE 02/06 À 05/06/1998

Conferências:
1. Dr. Newton Ramos de Oliveira (UNESP/UFSCar), Pólos de Resistênciao: o Ético e o Estético nas ‘Notas de Literatura’, de Adorno.
2. Dr. Rodrigo Antônio de Paiva Duarte (FAFICH-UFMG), O Estético na era da globalização à luz do pensamento de Adorno.
3. Dr. Ramon Peña Castro (UFSCar), O fenômeno da globalização e as dimensões do Ético e do Estético.
4. Dra.Jeanne Marie Ganebin (UNICAMP/PUC-SP), A tensão entre o ético e o estético na era da globalização à luz do pensamento de Adorno.
5. Dr. Osvaldo Giacóia Junior (UNICAMP), A ética na era da globalização à luz do pensamento de Adorno.

Comunicações: 31
Obs.
• Nas Comunicações, sob o título de “Trabalhos Apresentados”, não foram, na ocasião, especificados os eixos temáticos, como nos eventos seguintes.
• Inscritos: 120 pesquisadores. Participantes: 150.
• Pesquisadores provindos de 16 universidades e de 07 estados brasileiros.
• Agência Financiadora: FAPESP: R$ 6.000,00.
• Livros:
1. Pucci, Bruno; Costa, Belarmino C. G. da; Lastória, Luiz A. C. N. (Orgs.). Teoria Crítica, ética e educação. Campinas/Piracicaba: Autores Associados/Editora da UNIMEP/FPAPESP, 2001.
2. Pucci, Bruno; Ramos-de-Oliveira, Newton; Zuin, Antônio A. S. (Orgs.). Teoria Crítica, Estética e Educação. Campinas/Piracicaba: Autores Associados/Editora da UNIMEP/FPAPESP, 2001.

Folder
Relatório Científico